Produtores do Sul de Minas recebem certificação de hortaliças orgânicas

Um grupo de agricultores do município de Claraval, no Sul de Minas, recebeu no início deste
ano o certificado de produção orgânica. Todos eles são orientados pela Empresa de Assistência
Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG). As lavouras certificadas são
de alface, rúcula, pimentão, beterraba, abóbora e outras hortaliças.

Os doze produtores adquiriram a certificação do Escopo Orgânico, emitida pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), após o processo de adequação das  lavouras, sem uso de fertilizantes químicos e agrotóxicos. Eles foram avaliados pelos seus sistemas de cultivo, análise de documentos e entrevistas. Após o término deste processo, foram emitidos relatórios que confirmaram a aprovação, por auditoria, de todos os agricultores que solicitaram ingressar no Programa de Certificação de Orgânicos. O certificado obtido é necessário para que os agricultores possam utilizar o selo de produto orgânico na comercialização.



Os alimentos dos agricultores certificados serão ofertados na merenda das escolas de Claraval e Franca (SP), nas feiras livres e no comércio varejista dos dois municípios. De acordo com a produtora Nilvanir Consuelo Cintra, uma das certificadas, a intenção é, aos poucos, comercializar os produtos em outras cidades. “Nós queremos passar um produto que não prejudique a saúde das pessoas. Vamos buscar sempre melhorar e fazer com que nossa produção possa ser vendida em outras localidades. Queremos priorizar a qualidade e, gradativamente, buscar a expansão de nossos produtos”, falou.



O técnico da Emater-MG em Claraval, Enes Barbosa, acredita que a produção poderá alcançar melhor rentabilidade e os agricultores oferecerão alimentos qualificados no mercado, além de garantir a sustentabilidade em todos os aspectos. “Acredito que vamos abrir muitas portas com essa nova empreitada. Confio plenamente que a atividade terá melhorias rentáveis e vai proporcionar uma produção com qualidade e sustentável”, comentou.



Com a certificação na produção de alimentos orgânicos, os agricultores de Claraval tornam-se os pioneiros neste segmento de produção na área de atuação da Unidade Regional de Passos da Emater-MG, que abrange 23 municípios do Sul de Minas. O secretário Municipal de Agricultura de Claraval, Edju Ricarte Cintra de Andrade, explicou que a certificação desses produtores é um avanço e aumentará a lucratividade dos agricultores como alternativa de fonte de renda das propriedades que, em sua maioria, só produziam café. “Essa iniciativa é muito importante para o nosso crescimento. Estamos abrindo mais uma oportunidade para o desenvolvimento, uma alternativa de qualidade ao município que certamente será de grande valia para a comunidade”, disse.



 (Fonte: Emater)


Postada em 05/02/2016