Tema da 88 ª Semana do Fazendeiro ressalta diversidade do evento

A 88ª edição da Semana do Fazendeiro, que começa no próximo dia 16, no campus Viçosa da
UFV, reforça em seu tema um aspecto que já há algum tempo vem dando o tom do evento: a
diversidade.

Quando começou, em 1929, as capacitações oferecidas eram relacionadas especificamente com as técnicas de plantio. Atualmente, elas envolvem cursos que vão da agropecuária à medicina e nutrição. Isso porque o participante não é mais o fazendeiro e nem apenas o homem do campo. As mulheres e jovens estão cada vez mais presentes e contam com uma programação específica. Todos, desde que inscritos de acordo com o número de vagas, podem participar, por exemplo, do curso de adubação do cafeeiro e também da oficina de patchwork, que ensina a costurar retalhos de tecido. A Semana do Fazendeiro, portanto, se diversificou em atividades e em público. E é isso que a organização do evento quis chamar a atenção quando definiu o tema da 88ª edição: Produção rural e desenvolvimento – diversidade de pessoas, técnicas e resultados.    



O professor Clóvis Andrade Neves, que está à frente da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, organizadora da Semana do Fazendeiro, conta que o evento não pretende difundir um modelo que contemple um só pensamento. A proposta é que ele seja aberto a todos os tipos de ideias que possam contribuir para o enfrentamento dos desafios que se colocam para o país, neste momento, nos âmbitos econômico, político e social.



O desejo dos organizadores também é fazer notar que todas as atividades são integradas. A Troca de Saberes, por exemplo, mesmo começando dois dias antes, faz parte da programação da Semana do Fazendeiro e, inclusive, é uma iniciativa que reforça a pluralidade do evento. Desde 2009, ela se propõe, entre outros aspectos, a “consolidar uma ecologia dos saberes por meio da ressignificação e reelaboração dos conhecimentos produzidos entre a Universidade e a dimensão popular da sociedade” e a “fortalecer as dimensões culturais no debate da transição agroecológica”.   



A diversidade da Semana do Fazendeiro se revela ainda nas parcerias firmadas para a sua realização. Conforme o pró-reitor de Extensão e Cultura, na edição de 2017, cerca de 70% do investimento virá dos parceiros, alguns tradicionais, como o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), e outros inéditos, como Senai e Sesi. O professor Clóvis destaca também as parcerias com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e com empresas da região, como Laticínios Porto Alegre, Haskell Cosméticos e Cientec. Para ele, “é uma grande satisfação conseguir realizar a Semana do Fazendeiro com parcerias, diminuindo o uso de recurso público”. Isso só é possível, em sua avaliação, “graças à colaboração da equipe e à confiança que a Universidade tem externamente”.



Vale lembrar que o evento acontecerá de 16 a 22 de julho com uma programação que pode ser conferida neste link. Todos os detalhes da Semana serão divulgados no site e nas mídias sociais da UFV: FacebookTwitter e Instagram.



(Fonte: Adriana Passos/ DCI-UFV)



88ª edição da Semana do Fazendeiro acontece a partir deste fim de semana



A 88ª edição da Semana do Fazendeiro, um dos maiores e mais tradicionais eventos de extensão realizados pela universidades brasileiras, acontecerá no campus Viçosa a partir deste fim de semana.



Além da abertura da Troca de Saberes no sábado (15), o público poderá conferir a minifazenda e as feiras comerciais de produtos e equipamentos agrícolas e de artesanatos, assim como as apresentações musicais, a partir do domingo (16). A programação diária será divulgada no Facebook da instituição.



O evento irá até 22 de julho e será direcionado pelo tema Produção Rural e Desenvolvimento: diversidade de pessoas, técnicas e resultados, que reconhece o potencial produtivo do Brasil com toda a sua diversidade, principalmente em tempos de dificuldades políticas, econômicas e sociais.



Serão oferecidos 357 cursos em áreas diferentes – que vão da agropecuária à conservação do vestuário –, Dia de Campo, Oficinas Tecnológicas e circuitos do Café e do Leite – que pretendem atualizar o conhecimento e as práticas do cafeicultor e do produtor de leite. Também haverá a nona edição da Troca de Saberes e as semanas da Juventude e da Mulher Rural.



A previsão é a de que a 88ª Semana do Fazendeiro receba três mil produtores rurais, além de visitantes, que também poderão conferir, entre outras atrações, leilão de equídeos e bovinos e torneio leiteiro.



Mais informações estão no site da Semana. Outros detalhes serão divulgados durante o evento, no siteFacebookTwitter e Instagram da UFV.



(Fonte: Divulgação Institucional/ DCI-UFV)


Postada em 12/07/2017
  • Usuário:
  • Senha:
CADASTRAR Esqueceu sua Senha?