Realizados o VI Congresso Latino-americano de Agroecologia, o X Congresso Brasileiro de Agroecologia

Em setembro, Brasília foi sede do VI Congresso Latino-americano de Agroecologia, do X
Congresso Brasileiro de Agroecologia e do V Seminário de Agroecologia do Distrito Federal
e Entorno de 2017.

Participaram aproximadamente 5.000 pessoas, de todas as regiões do Brasil e diversos países, com grande representação da América Latina. O Congresso Latino-americano de Agroecologia é organizado a cada dois anos pela Sociedade Científica Latina Americana de Agroecologia (SOCLA). Esses congressos explicitam o estado da arte da agroecologia tanto na América Latina como Ibero-América. A SOCLA reúne acadêmicos, técnicos, estudantes e agricultores organizados, proporcionando o diálogo e gerando acordos que se difundem através da Carta Agroecológica ao final de cada evento.



 O Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA) é o maior evento de agroecologia em número de participantes e trabalhos técnico-científicos. É promovido pela Associação Brasileira de Agroecologia (ABA). Reúne todos os setores da sociedade brasileira que atuam e desenvolvem a agroecologia no país como pesquisadores acadêmicos e populares; extensionistas; gestores de políticas públicas das três esferas; agricultores familiares, povos e comunidades tradicionais e suas organizações; movimentos sociais, ONGs, redes e fóruns de agroecologia. Promove uma ampla discussão, com troca de experiências, apresentação de trabalhos científicos e encaminhamentos que contribuem para os direcionamentos estratégicos destes setores.



Segundo os organizadores, a realização deste Congresso no Distrito Federal contribuiu para o avanço na construção da política distrital de agricultura orgânica e agroecologia. Portanto, realizar este congresso no centro do poder político brasileiro foi importante para discutir o papel da agroecologia como elemento transformador para uma proposta de desenvolvimento rural centrado em outra relação da natureza com as pessoas e os espaços, buscando contribuir para a construção de sociedades mais sustentáveis.



Também em Brasília, inspirados no tema Agroecologia na Transformação dos Sistemas Agroalimentares na América Latina: Memórias, Saberes e Caminhos para o Bem Viver, durante o VI Congresso Latino-Americano de Agroecologia, o X Congresso Brasileiro de Agroecologia e o V Seminário do Distrito Federal e entorno, foi elaborada a Carta Agroecológica do Cerrado. De acordo com os realizadores, esse documento “sintetiza as discussões e expressões de resistência e luta no campo agroecológico e serve de alerta à sociedade para as graves ameaças que hoje comprometem a garantia da soberania e segurança alimentar e os demais direitos da humanidade, dos demais seres vivos e os bens-comuns, incluindo a terra, a água e a biodiversidade, e que, portanto, comprometem o bem-viver”.



Para ler a carta na íntegra, clique aqui



(Fonte: ABA- Associação Brasileira de Agroecologia)



 



 



 



 



 


Postada em 05/10/2017